A divisão do Azure, serviço de nuvem da Microsoft para empresas, cresceu 62%; após o fechamento do mercado, ações tiveram alta de 2%.

Mais uma vez, os negócios de nuvem impulsionaram o crescimento da Microsoft. Resultados divulgados pela empresa na última quarta-feira, 29, mostram que entre os meses de outubro e dezembro de 2019 (equivalente ao segundo trimestre de seu ano fiscal) a receita da empresa foi de US$ 36,9 bilhões, um aumento de 14% em relação ao mesmo período do ano passado. Os números fizeram as ações da empresa terem alta de 2% após o fechamento de mercado.

O valor da receita superou a expectativa de analistas, que era de US$ 35,6 bilhões. Além disso, no segundo trimestre a empresa teve um lucro líquido de US$ 11,6 bilhões, ante os US$ 8,4 bilhões registrados no ano anterior.

O Azure, serviço de nuvem da Microsoft para empresas, foi um dos pilares decisivos na sustentação do crescimento. A divisão cresceu 62% – no trimestre anterior, o crescimento havia sido de 59%. A Microsoft não revela a receita do Azure em dólares.

Leia mais.

Fonte: Estadão.